Dicas Erros Refractivos

A VISÃO DEPOIS DOS 40

A visão depois dos 40

A visão depois dos 40: ver bem apesar da presbiopia trazida pela idade

Sente-se em forma e absolutamente nada velho? No entanto, os seus olhos já não são aquilo que eram? Que isso não seja motivo para preocupação: a partir dos 40 anos, acontece com toda a gente, os olhos começam a perder capacidade de visão. De facto, o cristalino dos nossos olhos fica cada vez menos flexível com a idade. A partir dos 60 anos, a elasticidade perde-se quase na totalidade. O cristalino permanece bastante rígido – independentemente de olharmos para longe ou para perto.

Presbiopia: um processo natural

Os nossos olhos estão perfeitamente equipados: se olhamos pela janela, o nosso cristalino achata-se numa fração de segundos como uma superfície lisa, se lemos o jornal, parece-se mais com uma bola de futebol. É especialmente esta forma redonda que se torna mais difícil com a idade. A consequência é a conhecida presbiopia. Podemos ver bem o empregado de mesa, mas para ler o menu temos de usar os braços para o afastar e criar distância.

O que é melhor: Óculos de leitura ou óculos progressivos?

Para resolver um problema como este, da leitura do menu, podemos fazer com os chamados óculos de ver ao perto, também conhecidos como óculos de leitura. E se o problema não for apenas a presbiopia da idade, mas também miopia? Aí a escolha principal tem de ser óculos progressivos. Estes apoiam-no nas três áreas de visão e têm uma vantagem decisiva: não só pode ler com eles, como também ter uma visão nítida em qualquer situação do dia a dia, independentemente da distância. Além disso, para que se possa permanecer ativo em qualquer idade, as lentes progressivas também estão disponíveis para óculos de sol, óculos desportivos ou óculos para conduzir. Pergunte numa das nossas lojas. Teremos todo o gosto em aconselhá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.